sexta-feira, 9 de abril de 2010

- Sentimentos -

Sei que a vida é meio estranha. Mas fazer o que não é?
Simplesmente ando com os meus sentimentos misturados.
Não sei o que sentir.
Só sei que preciso sentir alguma coisa
E tenho medo de que esse sentimento não corresponda verdadeiramente com o que seria pra sentir.
São muitas pessoas, muitas coisas e muitos sentimentos diferentes dentro de mim.
Coisas ruins acontecem toda hora, coisas boas podem até reverter o desgosto de algo ruim, mas tem coisas que não podemos controlar e nem mudar.

- By: Kellovers Kurrupako

Um comentário:

Cássio Oliveira disse...

http://letras.terra.com.br/arnaldo-antunes/44207/

Socorro
Composição: Arnaldo Antunes/Alice Ruiz

Socorro!
Não estou sentindo nada
Nem medo, nem calor, nem fogo
Não vai dar mais pra chorar
Nem pra rir...

Socorro!
Alguma alma mesmo que penada
Me empreste suas penas
Já não sinto amor, nem dor
Já não sinto nada...

Socorro!
Alguém me dê um coração
Que esse já não bate nem apanha
Por favor!
Uma emoção pequena, qualquer coisa!

Qualquer coisa que se sinta...
Tem tantos sentimentos
Deve ter algum que sirva
Qualquer coisa que se sinta
Tem tantos sentimentos
Deve ter algum que sirva...

Socorro!
Alguma rua que me dê sentido
Em qualquer cruzamento
Acostamento, encruzilhada
Socorro! Eu já não sinto nada...

Socorro!
Não estou sentindo nada [nada]
Nem medo, nem calor, nem fogo
Nem vontade de chorar
Nem de rir...

Socorro!
Alguma alma mesmo que penada
Me empreste suas penas
Eu Já não sinto amor, nem dor
Já não sinto nada...

Socorro!
Alguém me dê um coração
Que esse já não bate
Nem apanha
Por favor!
Uma emoção pequena qualquer coisa!

Qualquer coisa que se sinta...
Tem tantos sentimentos
Deve ter algum que sirva
Qualquer coisa que se sinta
Tem tantos sentimentos
Deve ter algum que sirva...